4 dicas para não errar na composição com fotografias

0 Comentários
Criar uma galeria de artes particular em casa não é tão difícil quanto parece! A Mirafoto dá algumas dicas fáceis para qualquer um fazer uma composição de fotografias harmoniosa e equilibrada com o ambiente.

Você já escolheu suas fotografias favoritas, já selecionou as molduras e criou uma bela galeria de arte para a parede. Agora falta um pequeno detalhe: será que o layout ficou adequado e proporcional aos móveis do ambiente? A equipe da galeria Mirafoto dá dicas práticas e descomplicadas para o morador se sentir mais confiante em criar seu layout de parede em ambiente variados.



    1. Molduras na sala de estar: a importância do tamanho e estilo do sofá.

A sala de estar é um dos ambientes mais comumente escolhidos pelo morador para montar sua pequena galeria de artes...
 E isso é ótimo, porque é um dos cantos da casa mais movimentados. O problema é que muita gente esquece que a extensão do sofá que fica abaixo da composição é tão importante quanto a própria área da parede. 

O posicionamento dos quadros deve levar em consideração não só o tamanho da parede, mas a localização dos móveis e sua quantidade e a distância do chão ao teto (chamada de pé direito). Você pode optar por apenas uma fotografia na sala, e esta imagem pode ser de bastante impacto e representar elementos da personalidade do morador. Será o elemento de maior destaque na sala e, por isso, deve-se evitar sofás com muitos detalhes, do contrário este conjunto poderá causar cansaço visual. 

Uma dica de ouro de equilíbrio é: para sofás de cor vibrante, predominância de fotos preto e brancas ou em tons suplementares (parecidos) ou complementares (contrastantes). Para sofás neutros, fotos coloridas. Outras combinações também podem ficar exuberantes, com as que criamos abaixo.


            
Já as estantes são ótimas para valorizar fotografias. Esta abaixo ganhou um trio imagens da fotógrafa Paula Marina no mesmo tom de amarelo e marrom, destacando as peças em igualdade.

              

      2. Posicionamento em relação aos móveis:

O quadro ou a linha inferior da composição deve ficar pelo menos 25 centímetros acima do sofá da mesa ou do aparador... 
Seu eixo deve ficar na altura dos olhos, evitando que o observador tenha de levantar ou abaixar a cabeça para visualizá-lo. Esta altura pode ser 1,60m ou 1,70m em pés direitos padrões.O alinhamento centralizado com o sofá é o mais comum, mas pode-se alinhar à esquerda ou à direita, se não houver a sensação de desconforto.



     3.  Paredes, corredores e proporção:
Essa é fácil de memorizar: paredes grandes pedem molduras grandes... 
Paredes pequenas, molduras pequenas. Uma exceção são os corredores. Por maior que seja a parede da passagem, o espaço é estreito, o que faz com que o observador tenha um limite para a observação de sua composição. O ideal neste caso, é criar um layout com pequenos formatos, como se fosse um mosaico, para que o observador visualize todas as obras ao caminhar pela linha do corredor.


4.      Na sala de jantar:

A mesa de jantar costuma ser um dos pontos mais importantes deste ambiente...
E é ela quem vai centralizar todos os outros elementos decorativos, do tapete à composição de fotografias.Neste espaço, são sempre bem-vindas fotografias de alimentos, comidas ou que remetam ao tema.Independentemente da mesa de quadrada, retangular, ou redonda, é importante delimitar a área que ela ocupa correspondente à parede, não ultrapassando para evitar o conflito com outro ambiente. (especialmente em casas ou apartamentos em que a sala de jantar é anexa à sala de estar).

Com essas dicas, fica muito mais fácil criar composições elegantes, equilibradas e que respeitam a ocupação de todo o espaço.

    

 Post e imagens por Mirafoto.








Se inspire ainda mais

Nenhum comentário: