Síndrome do ermitão.

0 Comentários



"Um eremita ou ermitão é um indivíduo que, usualmente por penitênciareligiosidademisantropia ou simples amor à natureza, vive em lugar deserto, isolado. O local de sua morada é designado eremitério".



Confesso, por mais que eu viva gritando pela liberdade simplesmente não saio de casa, até mesmo para ir no supermercado eu enrolo, sério, faço de tudo para não sair. O Marcos sempre fala que tenho que me policiar, ele sente que vou entristecendo e consequentemente ficando deprimida, não sou orgulhosa, sempre escuto o que ele fala e andei me observando, ele estava está certo! 

Nossos filhos não fazem o que falamos para fazer, eles fazem o que nós fazemos, fato! Algumas semanas isso vêm acontecendo com o Tutuco, o meu pequeno quase todos os dias me fala que está triste, procuro conversar perguntando o que o está entristecendo, na verdade a resposta não é porque ele está em casa e sim pela saudade do pai, que trabalha e passa o dia fora. Mas eu sei que isso é consequência de estar muito tempo dentro de casa, eu sou culpada? é o que ando me perguntando.
Depois que o Juninho nasceu claro que não pude dar a mesma atenção que dava antes, o marcos tenta dar toda a atenção que pode já que o bebê passa mais tempo comigo, mas claro que ele sente saudades da mãe. Nos moramos de frente a uma praça, onde tem um parquinho que ele pede para ir todos os dias, nem todos os dias consigo levá-lo devido: casa para arrumar, cansaço, sono e outros fatores, preguiça? Pode ser...mas o cansaço de ter dois pequenos em casa é muito grande. 

O tutu herdou um monte de brinquedos dos irmãos mais velhos, sim, ele têm outros irmãos por parte do marcos,  o andré e luiz henrique, o dé têm 18 anos e o rick têm 13 anos. imagina 4 caixas de brinquedos espalhadas pela casa toda? imaginou? pensa no cansaço de ficar recolhendo esses brinquedos o tempo todo, recolhendo as peças pequenas para o juninho não colocar na boca e acontecer um acidente, sério, não dou conta.

A minha síndrome do ermitão vêm a muito tempo, antes de ser mãe e esposa, acho que sempre fui um ermitão, por mais que quisesse ser igual as minhas amigas baladeiras, ia numa balada e outra e olhe lá, gostava mesmo era de ficar em casa, acho que o tutu herdou isso porque é só a gente sair que daqui 30 minutos ele começa: mamãe, papai, quero ir pra casa! quero ir pra casa! quero ir pra casa! e não para de falar até a gente volar! Pois é, ele vence pelo cansaço, sério (nossa, como falo sério.haha) o stress psicológico é tanto que por muitas vezes desistimos de sair :/ o que nos leva quase sempre ficar em casa nos finais de semana, nas folgas do marcos.




Enfim, estou lutando e policiando para não ficar tanto tempo trancada dentro de casa e não prejudicar o desenvolvimento dos meus filhos. Ontem quando abri a janela deparei-me com um lindo sol e logo falei para o tutuco, filho vamos tomar café e a mamãe vai levar você para brincar na pracinha e claro ele deu pulos de alegrias, tivemos uma manhã feliz e calma, ele ficou bem mais calmo durante o dia e não disse que estava triste. Uma vitória, para mim como mãe e como pessoa, não é? Superei minhas manias para ver meus filhos felizes e o bem para a saúde deles.

"Toda criança precisa de espaço para se desenvolver, brincar e interagir com outras crianças para um bom crescimento e desenvolvimento."




Se inspire ainda mais

Nenhum comentário: