Dicionário feito por crianças, um mundo que não vemos mais!

0 Comentários
Eu como mãe sempre estou á procura de leitura que possa me ajudar a descobrir ainda mais esse universo tão mágico dos meus filhos e saber lidar com tantas fases que esses pequenos passam, criança é mesmo surpreendente...

Uma matéria chamou a minha atenção pelo título "Dicionário feito por crianças revela a adultos um mundo que já esqueceram"

Vocês já se pegaram pensando em como nós vemos o mundo de outra maneira completamente diferente? Que quando éramos crianças e pré adolescentes o mundo ao nossos olhos tinha algo mágico?... e depois de adultos a rotina e as responsabilidade de uma certa forma acaba cegando essa visão tão mágica e cheia de cores que só criança consegue ver. Bem vindo ao mundo dos adultos.

Tire um tempo para ficar com seus filhos, conversar e voltar a ser criança junto com eles, porque, momentos tão especiais assim não voltam mais!

Trecho da matéria:

OS VERBETES

Adulto: Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma (Andrés Felipe Bedoya, 8 anos)
Ancião: É um homem que fica sentado o dia todo (Maryluz Arbeláez, 9 anos) 
Água: Transparência que se pode tomar (Tatiana Ramírez, 7 anos)
Branco: O branco é uma cor que não pinta (Jonathan Ramírez, 11 anos)
Camponês: um camponês não tem casa, nem dinheiro. Somente seus filhos (Luis Alberto Ortiz, 8 anos)
Céu: De onde sai o dia (Duván Arnulfo Arango, 8 anos)
Colômbia: É uma partida de futebol (Diego Giraldo, 8 anos)
Dinheiro: Coisa de interesse para os outros com a qual se faz amigos e, sem ela, se faz inimigos (Ana María Noreña, 12 anos)
Deus: É o amor com cabelo grande e poderes (Ana Milena Hurtado, 5 anos)
Escuridão: É como o frescor da noite (Ana Cristina Henao, 8 anos)
Guerra:Gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz (Juan Carlos Mejía, 11 anos)
Inveja: Atirar pedras nos amigos (Alejandro Tobón, 7 anos)
Igreja: Onde a pessoa vai perdoar Deus (Natalia Bueno, 7 anos)
Lua: É o que nos dá a noite (Leidy Johanna García, 8 anos)
Mãe: Mãe entende e depois vai dormir (Juan Alzate, 6 anos)
Paz: Quando a pessoa se perdoa (Juan Camilo Hurtado, 8 anos)
Sexo: É uma pessoa que se beija em cima da outra (Luisa Pates, 8 anos)
Solidão: Tristeza que dá na pessoa às vezes (Iván Darío López, 10 anos)
Tempo: Coisa que passa para lembrar (Jorge Armando, 8 anos)
Universo: Casa das estrelas (Carlos Gómez, 12 anos)
Violência: Parte ruim da paz (Sara Martínez, 7 anos)
Para ver a matéria na íntegra clique aqui 

O tutu têm 3 anos, sempre surpreende eu e o marcos com as pérolas dele, exemplo: Mãe, você é mulher e eu sou Homem né? 
Eu: Isso mesmo filho!
Tutu: Então você é a minha mulher?
Eu: (caí na gargalhada né)

Essa é a parte engraçada, mas têm os momentos que ele realmente fala algo que nos faz pensar e refletir, assim, como as crianças da matéria, esses pequenos vêem a coisa como ela realmente é, sem filosofia, sem perspectiva...na mais pura verdade!

E por aí, qual pérola que seu filho falou e fez você cair na gargalhada? Ele já falou algo que te surpreendeu e fez você parar e refletir?







Se inspire ainda mais

Nenhum comentário: